Segunda temporada de “MasterChef Brasil”

Geeeente, o reality show culinário MasterChef é um sucesso de audiência! Algumas vezes, supera a Globo.  A atraçāo promete revelar o mais novo Chef, mas ainda rola premiaçāo: R$ 150.000, carro 0km e um curso bem renomado na França. Como a vida nāo é comercial de margarina, para ganhar tudo isso é necessário agradar aos 3 jurados  que, além de excelentes Chefs, agora sāo quase celebridades (estampam revistas, vivem sendo entrevistados…) . O programa é apresentado por Ana Paula Padrāo, amada por uns e odiada por outros, que andou dando umas respostinhas bem engraçadas aos haters que costumam criticá-la.


O fato é que Paola Carossela, Henrique Fogaça e Erick Jacquin ( reza a lenda que ele foi o reponsável por trazer o petit gateau para o Brasil! Obrigada, migo. ) sāo parte importante para ” temperar” o programa, já que eles têm umas sacadas brilhantes e surpreendentes, fazem rir e chorar ! ( aliás, quem nāo ficou emocionado ao ver Paolinha chorar durante a saída do Lucas?!). O legal é que, apesar de ao primeiro olhar vermos personalidades bem marcadas e até caricatas, esses estereótipos vêm sendo desconstruídos ( seria uma jogada de marketing?), pois o jurado bad boy ( Fogaça) mostrou-se extremamente bom moço ao falar da filha e até no decorrer do programa! Eu diria que ele é o menos severo rs’ , a Carossela tinha sido apelidada de Cruella, mas agora é  vista como māezona ( tamanha delicadeza, sensibilidade e dureza quando necessário); o querido Chef francês (Jacquin) não é só o engraçadinho, mas também um dos mais exigentes e , por vezes, extremamente rude.

Já estamos quase na final, restam apenas 4 competidores. Peguem a pipoca e vamos torcer hahaha


1) Raul

Ele é o típico cara gente boa/ engraçadinho. O boy é ex – publicitário, tem um enorme talento na cozinha ( especialista em sair de enrascadas kkk), é atrapalhado e um dos preferidos do grande público. Bom jogador,  se dá bem com todos, faz a linha Carpe Diem. Veio com os bordões #sortenasorte e #teambermuda, que explicitam esse lado relax.  Ganhou vários fās, a torcida tá grande! E é um do grupo de bonitões dessa ediçāo hahaha’

2) Jiang
A mais fofa da temporada, impossível não amar! Se o vencedor fosse escolhido pelo público, nossa pandinha ganharia. Ela é só amor, além de ser muito engraçada e possuir uma calma surreal! Ganhou vários apelidos carinhosos, dentre eles, Cebora ( porque ela falou isso de um jeito mega engraçadinho e caiu nas graças do povo <3 ) #somostodosjiang
Nossa oriental preferida ensinou um pouquinho de Tai Chi Chuan na última Terça e nos fez admirá-la ainda mais. Dá vontade de ser BFF da moça. A queridinha arrasa na cozinha e surpreende com a delicadeza com que executa os pratos.


3) Cristiano

Sabe aquele tipo de gente que leva tudo pro pessoal? Cris é assim! Bastou algum colega dificultar a vida dele, que o desafeto está formado. Inegável o quanto ele é criativo e talentoso, surpreendeu os jurados com belos pratos, mesmo quando não conhecia muito o tipo de alimento a ser preparado. Mas, se não sabe brincar, não desça pro play! O comportamento dele é um pouco irritante.


4) Izabel
Todos nós já tivemos/temos um pouquinho do jeito dela: a insegurança que fica clara em seu olhar e em seu jeito de falar causa identificação. Ela é conhecida por seu bom gosto e amor pela cozinha (os olhinhos chegam a brilhar!). É EXTREMAMENTE  chorona, mas é uma jogadora bem forte! Eu diria que Izabel é bem estratégica, tá competindo bem.  Fogaça a apelidou de Dona Benta, tamanha a dedicação e sentimento com que ela encara a cozinha.


E vocês? Estão torcendo por quem?  Aqui a torcida é pela Jiang <3 <3  

Dayana, mas pode chamar de Day. 22 anos, formada em Estudos de Mídia. Ama novelas mexicanas e gifs da Gretchen. A dramática que sorri até os olhos (que sāo bastante expressivos) fecharem e sabe que fazer bolos é quase terapêutico. Analista de Mídias Sociais, apaixonada por cultura POP, séries médicas, feminismo e representatividade.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.