A estreia de “A Regra do Jogo” – por Luiz Filipe Paz e Rany Camara

Olá, pessoal!!

Finalmente estreou “A Regra do JogooOoooooo Soooool”, a mais nova novela de João Emanuel Carneiro (JEC, pros íntimos) para o horário das 21h, e que já chegou causando! E é claro que não iríamos ficar de fora dessa estreia que parou a internet na noite de ontem. E quando digo que parou a internet, é no sentido literal! O Twitter, por exemplo, chegou a ficar fora do ar em São Paulo devido aos inúmeros comentários que a trama recebeu enquanto estava sendo exibida!

Estamos apurando nosso Lacrômetro aqui, produção…
E pra falar dessa estreia que já chegou chegando, nós do Guia assistimos à novela juntos e reunimos os melhores pontos sobre ela pra comentar por aqui! Como diz Eri Johnson, o Praiano Jogador de Futevôlei, “simba, galera”!
ADENDO:
“Simba” (1) = ‘simbora’;
“Simba” (2) = felino filho de Mufasa e que herda a Pedra do Reino em “O Rei Leão”. Com a morte do pai, passa a ser criado por um javali e um suricato e, mesmo sendo carnívoro, adota uma dieta rica em insetos.
A novela já começou surpreendendo a todos! Logo de cara, percebemos que cada capítulo terá um título, como em uma série! E o primeiro capítulo foi batizado de “A Outra Face”, que descobrimos o porquê ao longo da história.
Depois disso, uma nova surpresa! A primeira cena já apresenta Toia (Vanessa Giácomo) – a mocinha cabocla de “A Regra”- confessando que roubou R$28.000,00 e mais uns centavos do local onde trabalhava, deixando o telespectador em polvorosa para saber o que aconteceu com a moça.
Fonte: GShow
 
 
É daí que passamos para um flashback de 10 dias atrás, onde certamente a história será contada da forma como aconteceu e ganhará alguns figurantes! Tóia trabalha em uma boate super badalada no fictício Morro da Macaca (no Rio de Janeiro), onde os granfinos do asfalto vão para terem uma noite exótica, diferente de tudo que já experimentaram, e os moradores da comunidade vão para se divertir. E, aí sim, somos apresentados à Rainha Mor da novela: a megera Atena (Giovanna Antonelli), que já entra em cena causando e pedindo champagne no local, acompanhada por uma pessoa, errr… Excêntrica.
Será a Hebe Camargo?
Será um suricato?
Será a Úrsula, de “A Pequena Sereia”?
Será a Bruna Linzmeyer velha?
Fonte: GNT
 
 
Nada disso, meus bons e velhos amigos… Trata-se de Sumara (Karine Teles), a amiga ryca e phyna de Atena e em quem a loira dará um golpe para usufruir de seu dinheiro. Ao pagarem a conta da boate, Atena clona o cartão de sua “culega” sem que ela perceba, já mostrando que de louco todo mundo tem um pouco (já dizia minha mãe).
Já diz o ditado: “Não confie em que lhe faz coraçãozinho com as mãos”.
Ainda na festa, também tivemos a participação ilustre de Neymar e da irmã do Neymar, a Neymana – da série Trocadilhos Infames –  (que nós, pelo menos, não conseguimos enxergar na cena). Mas o Comandante Hamilton tem ibagens que provam que, realmente, ela estava presente nas gravações!
Neymar & Sis
Também fomos apresentados brevemente ao MC Adauto Merlô (Juliano Cazarré), que estava no palco se apresentando acompanhado de suas Merlozetes Ninfa (Roberta Rodrigues) e Alisson (Letícia Lima), entoando o seu sucesso “Suave” (que é chiclete e gruda na mente!!). O vídeo abaixo não é a versão final do funk, mas já dá pra ter uma ideia geral da música.
 
Suave, então vem dar uma volta na nave 
 
 
Já com o dia amanhecendo, Tóia, no fim do expediente, volta pra casa toda serelepe e faceira que só, pois é o dia de seu amado Juliano (Cauã Reymond) sair da cadeia – depois de ter permanecido por lá durante 4 anos. Aqui, temos uma surpresa! Tóia não é aquele esteriótipo chato de mocinhas românticas, que apenas lutam por um ideal e ficam repetindo seus sonhos durante toda a novela e enojando a quem assiste… Ela vai à luta, corre atrás e arregaça as mangas pelo o que quer! Ponto pra ela!
Esse lado ‘bleh’ de mocinho justiceiro foi deixado, justamente, para o Juliano – que não pensa em outra coisa a não ser fazer justiça pelas próprias mãos por ter sido preso por um crime que ele alega não ter cometido. Que sono.
Fonte: TV pra Vc
 
 
Agora, uma ode à rainha do Morro da Macaca: Adisabeba (Susana Vieira) já disse a que veio na estreia. Proprietária de vários dos comércios do local e super protetora e ciumenta com seu filho Merlô, ela não poupa esforços para vê-lo bem. Já se prostituiu quando era mais jovem, fez um bom dinheiro no ramo e decidiu investir, tornando-se uma “quase-dona” da comunidade!
Uma pioneira do “book rosa”
 Susaninha tá demais no papel que, aliás, parece ter sido escrito pra ela! Adisabeba é poderosa, fala alto, rebola até o chão, dá esporro a todo momento, bota a mão nas cadeiras quando vai impostar a voz (como podemos ver na imagem acima)… Enfim, tá dando um show, como sempre! Somos seus fãs!
Bitch, I’m Susana
 
 

O que é uma pessoa ou duas pra 130 milhões de brasileiros que me amam?
E aí, eis que chega a hora de conhecermos Romero Rômulo (Alexandre Nero), um ex-vereador que possui um projeto social de reintegração de ex-detentos na sociedade. É um dos ativistas dos Direitos Humanos e é intimado para tentar controlar um assalto a um banco no Centro do Rio, onde os bandidos tomaram como reféns vários dos clientes que ali estavam. Quem vai com ele para lidar com a situação é seu filho adotivo, Dante (Marco Pigossi), que é policial do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e vê no pai uma grande figura, justa e íntegra.
Agora o bicho vai pe-gar! Tropa de Elite osso duro de roer!
 
 
Romero apaziguando a situação, na vibe “Seeeem Violêêêênciaaa”
 
 
Não necessariamente nessa ordem,mas temos que citar a cena maravilhosa em que Atena, jantando na casa de Sumara Hebe, se aproveita de um mal estar de sua amiga para fazer uma cópia da chave da casa dela (planejando se hospedar por lá enquanto Sumarinha viaja, por 4 meses). E ela se muda de mala e cuia, assim na cara dura mesmo!! O resultado pode ser visto aqui!
Bitch, better have my home
 
 
Voltando ao núcleo financeiramente desfavorecido, temos a mãe de Tóia, Djanira (Cássia Kiss Não Kiss, Kiss, Não Kiss Mais) DES-MAI-A-DA na rampinha da comunidade, após sentir uma forte dor de cabeça. E quem Tóia chama? O SAMU? Nãoooo.. As amiguinhas da comunidade, pra ajudá-las, obviamente.
Rampa = Vida
Cássia Kiss = Eu 
 
 
Na verdade, analisando a angulação do corpo durante a queda, vemos que tudo não passou de uma tentativa mal sucedida de dançar Kuduro, onde ela acabou se desequilibrando… Mas Cássia, tente mais uma vez depois! Não se desestimule!
Com isso, descobrimos que Djnaira, na verdade, possui um aneurisma (mas não vai morrer tão cedo, porque já vimos cenas dela com Tony Ramos nas chamadas! O povo não é bobo, Rede Globo). Tóia se desespera e decide sacar R$30.000,00 de sua conta bancária para pagar à mãe uma cirurgia em um conceituado hospital. Porém, acaba virando vítima de um falso médico, que pega todo seu dinheiro e some.
 Com isso, o hospital se comove com a situação de Tóia e decide operar sua mãe gratuitamente, sendo que ela teria somente que pagar pelos custos operacionais da cirurgia. Só que os custos foram de VINTE E OITO MIL REAIS e pouquinho, o que desesperou o núcleo pobre; mas mesmo assim ela decidiu arcar com as despesas. Sem a ajuda de Juliano (que é ex-presidiário e estava pensando somente em sua vingança muahaha sanguinária a quem o colocou atrás das grades injustamente), ela decide…?
Errou quem pensou que ela fosse conversar com Adisabeba (sua chefe) e pedir um dinheiro emprestado. Essa estratégia teria dado super certo, afinal de contas as duas planejavam se tornar sócias e nutrem uma relação de extrema confiança uma pela outra.
Fechamento certo, parceira!
 
 
Desesperada com a situação, Tóia decide roubar o cofre da boate Caverna da Macaca, num ímpeto que custará sua liberdade e onde ficaremos sabendo do maior spoiler de todos da novela: na verdade, Tóia se chama Maria Vitória Noronha..!! E não Tóia, como havíamos imaginado inicialmente. Nosso mundo caiu!
Essa foi nossa cara de espanto
Voltando para o sequestro lá no banco, onde Romero está tentando acalmar os ânimos de todos, ele continua a fazer a intermediação entre os assaltantes e a polícia:
Fonte: TV pra Vc
 
 
Os bandidos entram com os reféns e com Romero em um caveirão e depois do defensor dos Direitos Humanos lhes suplicar pela integridade dos cativos, os assaltantes os liberam e só permanecem com Romero. É aí que descobrimos que ele, na verdade, é a cabeça pensante e treteira de todo o esquema!!! Que ranço!!!
Prepare seu coração, pra história que eu vou contar… Eu vim lá do Sertão O esquema funciona da seguinte maneira: Romero solta os bandidos sob o pano de fundo que irão se regenerar e de que conseguirão empregos com carteira assinada e condições trabalhistas, garantindo um novo futuro a eles. Só que, então, os alicia em outros esquemas fraudulentos e fica com parte da renda conseguida por eles, prometendo-lhes uma prisão mais confortável quando forem presos novamente. Pelo menos, foi isso o que entendemos. E pasmem: temos um plot twist (uma virada radical no enredo) logo de cara! O moço que pensamos ser bonzinho revela sua “outra face”, como no título do capítulo.
Romero tem um apartamento de fachada (mais humilde até) e possui um outro mais ryco e phyno, no mesmo prédio! É como se fosse seu esconderijo secreto! E já deu pra perceber que o cara é ganancioso nível master! E que vive na sofrência amorosa também… Sobrou beijo até pra um busto que estava em cima de sua cômoda lu$huosa.
É… Parece que o Comendador fez bom proveito de seu diamante rosa e tá só usufruindo, né não?
Sim.. Isso brilhando é o diamante rosa meramente ilustrativo do Comendador
 
 
Romero in the sky with diamonds
 
Mas ainda havia uma surpresa pela frente… Enquanto Djanira se recuperava da cirurgia, ela decidiu ligar pra alguém ir adiantar sua morte muahahaa
Falsianes, é assim que gravamos seus números na agenda do celular, ok?
 
 
Quem seria o Capeta pra quem ela estava ligando? Atena? Zé do Caixão? Marcelo Rezende?
Não!! ROMERO RÔMULO!
E aí vem o grande impacto, quando ele atende o telefone com apenas uma palavra monossilábica: “Mãe?”.
Double plot twist!!
Sim, é verdade!
E o ‘efeito congela’ (que fez tanto sucesso em Avenida Brasil) voltou! Dessa vez, o capítulo acaba com a imagem dourada paralisada! Puro glamour e chiquê! Pois é, pessoal… O diabo veste Prada, mas o capeta veste ouro, nem.
Bem, esse capítulo foi só tapa na cara das pessoas de bom coração. Maldades atrás de maldades! (Mas é disso que o povo gosta hahaha). Zé Maria (Tony Ramos) até fugiu pra não sobrar pra ele, pobre homem!
Corre cotia pra casa da tia
E o que dizer da abertura da novela? É maravilhosa! Embalada por “Juízo Final”, de Clara Nunes, cantada pela sensacional Alcione, chega a arrepiar a nuca! A dinâmica é a de um jogo de xadrez (como já podia ser observado nas chamadas) e mostra peças brancas destruindo peças pretas e vice-versa, numa clara alusão às batalhas da honestidade contra a vilania. Até que, no final, os cacos das peças quebradas se reconstituem e formam uma peça híbrida, ‘pretibranca’! E detalhe: a peça constituída é a do rei, né? Sugestivo, meus caros…
OOOOOOO Soooooooooooooooooooool
 
 
A direção também está um primor! Novidade nenhuma quando falamos de alguém com o talento de Amora Mautner! Ela arrasa! Além da fotografia estar impecável, as marcações de cena estão simplesmente perfeitas e fluidas, com os atores interagindo mais com o espaço e menos com a câmera. Digníssimo de aplausos!! Uma das artimanhas que a promissora e renomada diretora utilizou foi a técnica de filmagem em estilo reality-show. Enquanto uma novela comum é filmada com cerca de 4 câmeras, Amora utiliza o dobro: 8! Metade fica exposta aos atores e a outra metade é escondida nos cenários da atração, para garantir maior verdade e naturalidade às cenas! Abaixo, uma explicação de como a interessantíssima “Caixa Cênica” funciona.
Porém, nem tudo são flores. O fato de um defensor dos Direitos Humanos ser um vilão mal caráter gerou a revolta de alguns internautas, que diziam que esse não é o exemplo que devia ser passado em pleno horário nobre, podendo gerar até uma possível descrença em quem realize este tipo de ofício; além de situar os argumentos vilanescos no senso comum e acabar por estigmatizar o que está sendo representado na tela.
Bem, a obra é ficcional e está retratando apenas uma parcela das situações que se pretendeu abordar… Pode ter sido um golpe de muita ousadia colocar um assunto de extrema importância de diálogo em um patamar tão elevado, logo como sendo a trama principal da novela. Mas isso é esperar pra ver como o tema será debatido e desenvolvido ao longo dos capítulos. João Emanuel Carneiro não costuma decepcionar!
Terminamos esse post dizendo que vale muito a pena sim assistir à novela! Está primorosa em conceituação e em sua história!! Os personagens são bem construídos, o autor parece estar super inspirado, a direção é apurada e pode se tornar a nova mania nacional (assim como também aconteceu com Avenida Brasil, que fez até a Dilma cancelar alguns compromissos para não perder os capítulos finais da novela).
“A Regra do Jogo” vai ao ar de segunda a sábado, às 21:15, na Globo!
Fechamos com algumas perguntas por aqui… Será Romero irmão de Tóia? O sol há de brilhar mais uma vez? Por que Romero chamou Djanira de mãe?(ok, já sabemos a resposta dessa última rs). Não deixem de acompanhar hoje o segundo capítulo!
É isso, galera! Espero que tenham gostado desse super review sobre o capítulo de ontem da novela e sobre nossas impressões gerais!
E você? O que achou? Comenta aí!
Até quinta o/
 

O maior noveleiro que você respeita. Tem 22 anos, é canceriano e cursa Estudos de Mídia, na UFF. Televisão, fotografia e livros estão entre suas maiores paixões - junto com farofa e empada, claro. Já foi professor de inglês, participou de um concurso de roteiristas para o G Show e, atualmente, também escreve para o #MUSEUdeMEMES (believe, it’s true <3).

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.