Ganhamos o Emmy

Geeeente, duas (excelentes) produções brasileiras ganharam o Emmy Internacional, que está na 43º ediçāo e, é considerado o Oscar da TV . Que orgulhinho!  #ChoraRecord

As atrações do nosso país que ganharam foram: a inesquecível novela Império e a excepcional comédia ” Doce de Māe”.  Ambas contam com excelentes profissionais, afinal, quem nāo se rende ao talento da maravilhosa Fernanda Torres e quem ficou imune às surpresas ao longo de Império? Inegável que, apesar dos pesares e imprevistos, a história acabou ficando bem ” amarrada”.

 
 
 
O bonde todo:
 
 
 
PS: Povo lindo esse nosso, hein! Galera chique e talentosa.  <3
PS (2): O vestido da Josie era absurdamente maravilhoso! 
 
 
 
Já sei, querem saber quais foram os outros indicados/ganhadores, né? Confiram:
 
Veja, abaixo, os vencedores do 43º Emmy Internacional (em negrito):
Série dramática
“Engrenages” (França)
Son et Lumiere / Canal+ Creation originale
“MOZU 1ª Temporada – Night cry of the MOZU” (Japão)
TBS Television / WOWOW / ROBOT
“My mad fat diary” (Reino Unido)
Tiger Aspect Productions/Drama Republic
“Psi” (Brasil)
HBO América Latina-Brasil
Melhor programa de arte

“Buenaventura No Me Dejes Mas” (Colômbia)
Caracol Televisión/Laberinto Cine y Televisión
“Illustre & Inconnu: Comment Jacques Jaujard a Sauvé le Louvre” (França)
Ladybird Films
“Messiah at the Foundling Hospital” (Reino Unido)
Reef Television Ltd
“Trial of Chunhyyang – A girl prosecuted by feudalism” (Coreia do Sul)
KBS
Melhor ator

Engin Akyurek, por “Kara Para Ask” (Turquia)
Ay Yapim
Emilio de Mello, por “Psi” (Brasil)
HBO América Latina-Brasil
Maarten Heijmans, por “Ramses” (Holanda)
De Familie Film & TV
Rafe Spall, por “Black Mirror White Christmas” (Reino Unido)
House of Tomorrow/Endemol Worldwide Distribution
Programa de horário nobre em língua estrangeira
“Arrepentidos U.S. – El infierno de Montoya” (Estados Unidos)
National Geographic Channel/Fox Telecolombia
“El mejor de los peores” (Estados Unidos)
Fox International Channels/Fox Toma 1
“Narco Tec” (Estados Unidos)
Mazdoc/Zodiak Latino/Univision
“La voz kids” (Estados Unidos)
Talpa Media USA, Inc., Warner Horizon Television
Melhor atriz
Anneke von der Lippe, por “Øyevitne” (Noruega)
NRK / SVT / DR / YLE Fem / Nordvision Fund.
Fernanda Montenegro, por “Doce de mãe” (Brasil)
TV Globo
Sheridan Smith, por “Cilla” (Reino Unido)
ITV Studios/GroupM Entertainment
Documentário
“Africa’s wild west – Stallions of the Namib desert” (Áustria)
Interspot Film / ORF / ARTE / NDR / ORF-Enterprise
“Antes de que nos olviden” (México)
HBO América Latina
“Growing up down’s” (Reino Unido)
Maverick Television & Dartmouth
“Miners shot down” (África do Sul)
Uhuru Productions
Programa sem roteiro pré-definido
“50 ways to kiill your mammy” (Reino Unido)
Burning Bright Productions/Brown Bread Productions
“Barones de la cerveza” (Argentina)
National Geographic Channel Latin America/Nippur Media
“Flying Doctors” (Bélgica)
Geronimo
“Master Shef África do Sul” (África do Sul)
Quizzical Pictures/Lucky Bean Media
Novela
“Ciega a citas” (Espanha)
Dori Media International/Rosstoc/Mediaset Espana/Big Bang Media/Cuatro
“Império” (Brasil)
TV Globo
“Jikulumessu” (Angola)
Semba Comunicação
“Mulheres” (Portugal)
Plural Entertainment Portugal
Comédia
“Doce de mãe” (Brasil)
TV Globo
“Fais Pas Ci, Fais Pas Ca” (França)
Elephant Story / France 2 / AB Distribution
“Familia en Venta” (Colômbia)
Fox International Channels/Fox Telecolombia
“Puppet Nation ZA” (África do Sul)
Both Worlds
“Sensitive skin” (Canadá)
Rhombus Media/Baby Cow Productions/Bell Media’s The Movie Network/Corus Entertainment’s Movie Central/Tricon Films & Television Canada/Media Fund (CMF)/Rogers Cable Network Fund
Filme para TV/Minissérie
“La celebración” (Argentina)
Underground Producciones
Argentina
“Common” (Reino Unido)
LA Productions
“Soldat Blanc” (França)
Breakout Films/Canal+ Creation originale
“Storytelling of Hostages” (Japão)
WOWOW/Twins Japan

Dayana, mas pode chamar de Day. 22 anos, formada em Estudos de Mídia. Ama novelas mexicanas e gifs da Gretchen. A dramática que sorri até os olhos (que sāo bastante expressivos) fecharem e sabe que fazer bolos é quase terapêutico. Analista de Mídias Sociais, apaixonada por cultura POP, séries médicas, feminismo e representatividade.

Posts relacionados

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.