A Carreira de Sandra Oh

Sandra Miju Oh nasceu em 1971, no Canadá. Essa atriz maravilhosa (filha de imigrantes coreanos), começou a dançar ballet ainda na infância, bem como iniciou a carreira de atriz ainda na fase escolar.

Seu talento chama a atenção: ela é extremamente articulada e se entrega ao personagem de uma forma admirável. ( Quem é fā de Grey’s deve estar chorando lembrando da nossa rainha da cardio)

Ficou mais conhecida ao interpretar a MARAVILHOSA Cristina Yang, na série Grey’s Anatomy. Neste papel, por 10 anos, nos fez rir, chorar, admirar e nos inspirar cada vez mais. ( Nosso <3 nāo tá sabendo lidar com a saudade, volte pra  Grey’s. Nunca lhe pedimos nada, miga! )

Mas, precisamos falar da carreira dela, além de Grey’s. Let’s Go!

Com a ajuda do Wikipédia (Quem nunca recorreu à essa maravilha da internet que atire o primeiro rim), selecionamos alguns destaques da carreira desta talentosíssima atriz:

Geeeente, ela foi a Gupta no filme ” O diário da Princesa” <3 <3 (Revelações vindo à tona).

Voltando a Grey’s – ABAIXO TEREMOS UM POSSÍVEL SPOILER, CASO VOCÊ NĀO TENHA ASSISTIDO A DÉCIMA TEMPORADA… –

Nāo sei vocês, mas eu chorei muito quando a Yang saiu da série, o tchauzinho pro Owen, o olhar triste, a dancinha de despedida com a Mer (nossa, nessa cena eu já tinha quase inundado a casa com minhas lágrimas kkkk). A entrega foi tāo grande, que Sandrinha também sofreu! Abaixo, um pouco da fala dela sobre a despedida de GA:

 Sobre a cena com o Owen ( Kevin)

“Minha última cena foi com Kevin, e era o momento em que Cristina se despedia de Owen. Era uma imagem bonita, ela estava na galeria, atrás de um vidro. (…) Simbolicamente, a distância que é colocada entre os dois revela onde cada um está no momento, e põe um distanciamento que eles não querem entre eles. Pareceu certo, porque foi difícil gravar”, confidencia. “Foi uma cena muito rica. (…) Eles só querem estar mais próximos um do outro. Agora só não é o momento.”

Sobre a despedida #Mertina

“Eu me lembro de ler o roteiro e odiar a cena. Não fazia sentido para mim, e eu não conseguia me conectar a ela. Mas algumas vezes aquele lugar onde é mais difícil chegar também é aquele que devemos explorar. Foi muito emocionante. Foi a última cena que Ellen e eu gravamos. Não posso falar por ela, mas, no final, eu me lembro de estar abraçada com ela e ouvi-la chorando. Era como se fossemos uma só”.

Agora, o que todo mundo quer saber: nossa amada Yang pode retornar à série? Pelo jeito, sim! (tomara, pq Shonda é imprevisível)

“Há certas coisas que Shonda (Rhimes, Criadora e Produtora Executiva da série) e eu já discutimos, mas queremos que as coisas aconteçam sem pressão”

Volte, Cristina! Você não tem noção da falta que faz (choro)

Para finalizar esse post com chave de ouro, a frase mais empoderadora dita para Mer:

“Ele é muito sonhador, mas ele não é o sol, você é.”

Dayana, mas pode chamar de Day. 22 anos, formada em Estudos de Mídia. Ama novelas mexicanas e gifs da Gretchen. A dramática que sorri até os olhos (que sāo bastante expressivos) fecharem e sabe que fazer bolos é quase terapêutico. Analista de Mídias Sociais, apaixonada por cultura POP, séries médicas, feminismo e representatividade.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.