O “Troféu Imprensa” é o Oscar da TV brasileira?

Olá, pessoal!

Encerrando a semana aqui no Guia, vamos refletir acerca de uma premiação um tanto quanto curiosa da TV nacional: o “Troféu Imprensa”!

Junto com o “Troféu Melhores do Ano”, do Domingão do Faustão, são as duas únicas premiações televisivas brasileiras transmitidas por emissoras de TV aberta.
Chupa essa manga
Abalou o chão com essa notícia!
Neste último domingo, dia 22/05/16, ocorreu a edição 58 da entrega da estatueta – que em muito se assemelha à do Oscar. Percebam a semelhança:
Troféu Imprensa
 
 
 
Oscar
 
 
Agora, um desafio: na imagem abaixo, o ator e apresentador Rodrigo Faro está indicando que já ganhou:
(a) 6 Oscars,
(b) 6 Troféus Imprensa,
(c) n.d.a.
Difícil o raciocínio, não? As estatuetas confundem muito! 😮
A tradição do Troféu teve início em 1958, quando foi criada pelo jornalista Plácido Manaia Nunes. O resultado de quem dos indicados havia faturado o título de melhor profissional em uma determinada categoria era divulgado, posteriormente, por jornais. O júri era composto por jornalista pertencentes aos principais conglomerados comunicativos de São Paulo.
E acertou quem disse que, desde daquela época, a Sonia Abrão, o Décio Piccinini e o Nelson Rubens já faziam parte do corpo de jurados..!
Gente, é  sério… Passa ano, entra ano e esses 3 tão lá na bancada do Tio Silvio dando suas opiniões.
Quem pode, pode! Né não, Soninha?
Foi somente em 1970 que Plácido cedeu os direitos do prêmio ao Silvio Santos; que bolou um novo formato à cerimônia; formatando, pouco a pouco, a roupagem e a linguagem tal qual a conhecemos hoje. É um evento sem tanta pompa, devido à informalidade com que Silvio o conduz e dialoga com os telespectadores.
A própria roupagem do “Troféu Imprensa” o impede de se assemelhar ao Oscar. Enquanto que na premiação brasileira os votos são dados ao vivo e o corpo de jurados têm o direito de expor suas opiniões e justificar o voto, na internacional o veredito chega através de um envelope; deixando os telespectadores, muitas vezes, com uma interrogação em relação aos critérios utilizados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para avaliar as obras concorrentes.
Jurados do “Troféu Imprensa”
 
 
Envelope do Oscar
 
 
Para além disto, a plateia do Oscar é composta por grandes astros e estrelas da sétima arte enquanto que, a do “Troféu Imprensa”, não traz nada mais, nada menos do que as já conhecidas colegas de auditório – que são figurinhas marcadas nos programas dos fins de semana do SBT.
Reconhecimento merecido e propiciado pelo “Troféu Imprensa”, uma vez que o público também ganha poder de fala e de expressão ao decidir quem serão os ganhadores do ‘Troféu Internet’; impactando no formato! Ponto pro Silvio o/
Um fator que me chamou bastante a atenção neste ano foi a necessidade das categorias instituídas anteriormente se renovarem. Pasmem: ainda não existem as classes “Melhor Série” e “Melhor Programa de Variedades”.
Por isto, é injusto “Tapas & Beijos”, por exemplo, concorrer na categoria “Programa de Humor” com programas de esquete e que em nada apresentam linguagem de ficção seriada. Também não faz sentido o “Fantástico” concorrer como “Programa Jornalístico” sendo que, atualmente, ele é muito mais voltado ao entretenimento.
No entanto e, sem dúvida alguma, o Troféu Imprensa é a premiação televisiva mais plural transmitida atualmente na TV. Além de englobar todas as emissoras abertas do país, ela conta com a presença de grandes figuras que não trabalham no SBT. Este ano mesmo Sílvio de Abreu esteve no palco da atração para receber o prêmio de “Melhor Novela” por “Belíssima”, de 2006. Já Rodrigo Faro recebeu o de “Melhor Apresentador ou Animador de TV”, por 2014. Também já passaram por lá em anos anteriores Mariana Ximenes, Cauã Reymond, a turma do “Pânico na Band”, Lilia Cabral… É muito interessante ver esta interação e comunhão entre emissoras, algo raro de acontecer no contexto cotidiano e acirrado entre elas.
Sílvio de Abreu durante a edição deste ano
 
 
Lilia Cabral agradece o carinho do público
 
 
EDIÇÃO 2016
 
Durante a edição deste ano, o evento repercutiu bastante nas redes sociais, como não poderia deixar de ser. Chamou a atenção o fato de Silvio Santos se confundir em relação a que ano estamos e revelar que não conhece o portal MSN (uma das plataformas online responsáveis pela votação dos internautas às categorias), dizendo, até mesmo, que parece nome de partido político HAHAHA <3
Já quando Carlos Alberto de Nóbrega Cazalbé deu o ar da graça para buscar o Troféu pela categoria “Melhor Programa de Humor” (A Praça é Nossa, pelo ano de 2014), Silvio resolveu aconselhar o colega:
“Quando a gente é homenageado nesta idade, o agente funerário começa a preparar o salão”.
Vários memes foram criados também, como já era de se esperar….
Abaixo, a lista de quem foi premiado nesta edição:
MELHOR NOVELA
 
– Cúmplices de um Resgate;
– Os Dez Mandamentos,
Verdades Secretas. 
 
(Gostei do resultado!)
 
 
MELHOR PROGRAMA DE ENTREVISTA
 
– Marília Gabriela Entrevista,
Programa do Jô,
– The Noite.
(Nesta, queria que ganhasse o “Marília Gabriela Entrevista”. O Jô Soares precisa se atualizar em pautas, dinamicidade e em conceitos …)
MELHOR CANTORA
 
– Anitta,
– Ludmilla,
Ivete Sangalo.
 
(Gostei do resultado!)
MELHOR PROGRAMA INFANTIL
 
Bom Dia & Companhia,
– Cocoricó,
– Mundo Disney.
(Gostei do resultado! Embora ame “Cocoricó” de paixão, atualmente o programa é veiculado apenas em reprises, indicando que houve uma pausa em sua produção :/)
MELHOR JORNAL
 
– Cidade Alerta,
Jornal Nacional,
– SBT Brasil.
(Gostei do resultado! O “JN” já pisou na bola algumas vezes, mas, e dentre as escolhas disponíveis, é a melhor opção)
MELHOR APRESENTADORA OU ANIMADORA DE TV
 
– Eliana,
Patrícia Abravanel,
– Sabrina Sato.
(Não curti… A Eliana dá um banho de domínio de palco. Minha torcida era dela…)
MELHOR PROGRAMA DE HUMOR
 
A Praça é Nossa,
– Pânico na Band,
– Tapas & Beijos.
(Gostei do resultado!)
MELHOR ATOR
 
– Alexandre Nero,
– Caio Castro,
Guilherme Winter.
 
(Não gostei do resultado… Estava torcendo para o Nero. A composição de seu Romero Rômulo, em “A Regra do Jogo”, exigiu muito dele enquanto ator e ele conseguiu cumprir com maestria o desafio de interpretar uma personagem tão complexa e ambígua)
MELHOR PROGRAMA JORNALÍSTICO
 
Conexão Repórter,
– Domingo Espetacular,
– Fantástico.
(Gostei do resultado!)
MELHOR ATRIZ
 
– Giovanna Antonelli,
Grazi Massafera,
– Larissa Manoela.
(Gostei do resultado!)
MELHOR APRESENTADOR OU APRESENTADORA DE TELEJORNAL
 
– Marcelo Rezende,
– Rachel Sheherazade,
Ricardo Boechat.
 
(Gostei do resultado!)
REVELAÇÃO
 
Camila Queiroz,
– Renato Livera,
– Wesley Safadão.
(Gostei do resultado!)
MELHOR APRESENTADOR OU ANIMADOR DE TV
 
Celso Portiolli,
– Luciano Huck,
– Rodrigo Faro.
(Gostei do resultado!)
MELHOR CANTOR
 
– Anderson Freire,
Luan Santana,
– Lucas Lucco.
(Gostei do resultado!)
MELHOR PROGRAMA DE AUDITÓRIO
 
– Altas Horas,
– Eliana,
Programa Silvio Santos.
 
(Gostei do resultado!)
E você? Quais foram suas impressões sobre o “Troféu Imprensa” deste ano?
Um grande abraço e até semana que vem! o/
 

O maior noveleiro que você respeita. Tem 22 anos, é canceriano e cursa Estudos de Mídia, na UFF. Televisão, fotografia e livros estão entre suas maiores paixões - junto com farofa e empada, claro. Já foi professor de inglês, participou de um concurso de roteiristas para o G Show e, atualmente, também escreve para o #MUSEUdeMEMES (believe, it’s true <3).

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.