A Finale da 2ª temporada de “Scream”

Scream” foi uma grande surpresa pra mim. Não botava muita fé quando começou, mas lançaram antes de “Scream Queens” e superaram. Episódio a episódio, construíram algo que é simples, mas elaborado e que não tenta ser uma coisa que não é.

“Scream” estreou na MTV em 2015 e, de cara, assumiu a linha que seguiria com a série; cheia de referências e metalinguagem, bem como repleta de ironias com os acontecimentos do enredo, embalados por uma narração maravilhosa de um dos meus personagens preferidos (Noah). E daquele jeitinho MTV de fazer séries que não precisa ficar fingindo que é real, eu adoro.

Quando a primeira temporada terminou, eu não conseguia imaginar o que iam fazer para continuar a estória; e agora, chegando no ‘finale’ da segunda, eu fico muito feliz que tudo tenha dado certo. E já deixaram muita coisa pra gente morrer de ansiedade em relação à próxima ‘season’.

A partir de agora: SPOILERS.
*
*
*
Corre se você ainda não estiver no último episódio da segunda temporada.
E corre pra Netflix se você ainda não tiver dado uma chance pra essa série, porque só por esse episódio já vale todos os outros!

Então aqui está o que rolou de melhor no episódio final da temporada:

A última coisa que sabíamos era que Emma e Audrey estavam sendo levadas pela polícia, tendo sido culpadas pela morte do prefeito (pai da Brooke). Porém, no início do episódio, alguém aparece para salvá-las. Ninguém mais, ninguém menos que: ‘The Killer’!

Então, somos apresentados à teoria daquela psicóloga picareta que gravava os ‘Lakewood Six’, em que ela diz que Audrey e Emma estão num surto em que as duas cooperam uma com a outra numa ilusão, que nem elas tem noção do que estão fazendo e – PASMEM – estão piradas..!
Aí você pensa: “já era, todo esse tempo as duas estão matando e nem sabem, porque estão nessa de ver coisas e tal”. Bom, você não sabe o que está acontecendo, migo.
Depois que as duas correm da viatura, recebem uma ligação numa loja de conveniências da ‘pessoa da máscara’, que diz que quer continuar os jogos. Então, se elas não começarem a fugir, ele vai matar pessoas próximas e tudo aquilo que a gente já sabe.
Elas vão até o Kieran e avisam que vão se esconder no cinema, que a Audrey ainda tem uma chave reserva escondida. O boy fala que vai encontrá-las em breve. E então, Emma tem que se esconder, porque o Eli que é bem estranho até agora aparece e troca ameaças misteriosas com Kieran.
Brooke vai visitar Noah ♥ no hospital. Lá, ficam sabendo por Emma que elas estão no cinema e decidem se juntar às meninas. E é aí que recebem uma ligação em que o mascarado diz: “acredite, Emma, você não quer ver meu rosto”. Achei bem suspeito…….
Mas aí tá todo mundo pronto para o que vai ser a sequência tensa do ‘finale’, né? Porque, sério, quem mais faria isso? Se juntar num lugar e esperar pela matança?!?!
Mas o Noah é sagaz!
E pensar que eu já suspeitei desse fofo.
Neste ponto, começa a tensão. Eles estão esperando o assassino num cinema fechado. Stavo aparece e Noah diz que é melhor não abrir, porque nunca se sabe. Ainda bem que alguém tem noção na série o/
Eles ouvem um barulho numa das salas e, quando chegam por lá, estão sendo projetados os diversos assassinatos que já rolaram – inclusive, o da Zoe :'(
Emma vai até a sala de projeção e, ao mesmo tempo, fica tudo escuro. Noah e Brooke ficam vulneráveis. Até que:
Brooke é esfaqueada!
Emma aparece atirando na porra toda, a pessoa da máscara foge e ela vai atrás porque ela não tá mais pra brincadeira. Mas ele consegue escapar. Ela volta e o Kieran apareceu pra ajudar, Noah ligou pra ambulância, mas Audrey sumiu. Fugiu? O que rolou?
A galera vai pro hospital com a Brooke, enquanto Emma foge. No hospital, Noah fala pro chefe da polícia que não podem ser as duas (o que, aliás, me fez pensar em como foi mal aproveitada essa ‘vibe’ das duas estarem paranoicas e matando todo mundo). Podia ter sido muito mais explorado, feito a gente questionar ou, realmente, ser o que estava rolando (ia ser pesado, mas enfim).
Bom, Emma recebe mais uma mensagem anônima mostrando Audrey raptada, dizendo que “É hora de encarar a máscara”. E ela vai, claro, pro orfanato abandonado onde Piper cresceu, tipo, que? Wtf? Mas ok, ‘finale’!
Quando entra no local, recebe uma ligação com aquela vozinha que a gente já se arrepia todo e que diz: “Você nunca vai se sentir segura de novo!”
Ela encontra a amiga presa e começa a ajudar. Kieran também aparece pra auxiliá-las. E então… Eli aparece. Começa a dizer que seguiu Kieran do hospital e, chegando lá, ele o esfaqueou. Kieran nega, claro. E eles começam um a acusar o outro. Eli também diz que todo o caso da menina que o processou foi culpa do namorado dela; por isso que, também, ele estava em Lakewood no outubro passado.
Porém, de repente, Eli levanta a faca na direção de Kieran e Emma atira nele.
Audrey acorda com o barulho do tiro e questiona o que está acontecendo.
“Acabou”, a amiga responde.
E, então, vem a grande revelação da temporada:
E aí, com aquela jogadinha de franja que a gente conhece de outros carnavais e do “Homem-Aranha 3”, Kieran revela ser o grande assassino e cúmplice de Piper. E não pouco dramaticamente, com três tiros no peito de Eli – que eu fico muito triste de ter ido embora sem eu ter podido gostar dele, agora mais aliviado e sabendo que ele não era, de fato, o assassino. Mas ok, né, pelo menos o Stavo ficou.
Então, ele revela para Emma que estava com Piper desde antes de tudo acontecer, desde antes da primeira temporada. E que as últimas mortes seriam do pai dele, de Emma, e de sua mãe. E ele era a última surpresa de Piper.
Surpresa!
Ele revela que vai matar as duas e sair como o grande herói da história, mas Emma sai correndo e ele começa a persegui-la, enquanto arrasta Audrey pela corrente como uma coleira. As duas dão um jeito de livrar Audrey e então invertem o jogo:
É escura essa série, né? Péssima pra ver à luz do dia.
Bom, continuando… Elas ficam pensando o que fazer e Audrey claro porque é a mais goth fala pra matar. Mas Emma diz que quer ele apodrecendo na cadeia.
Passam três meses e, como a narração final maravilhosa de Noah disse: “Talvez as coisas tenham voltado ao normal. Ou, talvez, Lakewood será ‘Assassilândia’ para sempre”.
E, se na primeira temporada eu não sabia o que esperar, dessa vez eles souberam como manter o suspense:
A primeira e segunda temporadas completas estão disponíveis na Netflix.
E, aqui, o ‘teaser’ do que nos aguarda no episódio especial de Halloween com uma hora e meia! Já estamos ansiosos <3

É viciado em ficção seriada e em questionar o mundo. Já assistiu todas as séries que você pode imaginar e seu maior interesse está em acompanhar a história por um longo período de tempo e ver personagens crescerem e se transformarem. Não entende o preconceito com a televisão e adora se comunicar com as pessoas.

Posts relacionados

2 Comentários

  1. You actually make it seem really easy together with your presentation but I in finding this matter to be really something that I feel I would by no means understand. It sort of feels too complex and extremely broad for me. I’m looking forward for your next publish, Ill try to get the cling of it! egbdgcdkgfdkgcfe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.