Primeiras impressões sobre “Sol Nascente”

Post quase em “real time”, hein! O que dizer dessa nova novelas das 18 horas, quem mal começou, mas já considero pacas?!

“Sol Nascente” é aquela trama leve, com todos os elementos que a gente ama: romance, nuances de comédia meio caricata, conflitos e afins. Conta com nomes consagrados da teledramaturgia, como Francisco Cuoco, Aracy Balabanian, Giovanna Antonelli, Luis Melo e muitos outros.

PS: falou em Gio Antonelli, já sabemos que vai rolar tendência fashion! Já estou APAIXONADA pelos brincos e saias da personagem <3

Um ponto quase que polêmico deve-se ao fato de Luis Melo, ator brasileiro, interpretar um personagem japonês na estória. Segundo Walter Negrāo – um dos autores da obra -, o motivo foi a falta de um ator japonês para o papel (Será que fizeram uma boa curadoria, hein? Vai saber…). Tem muita gente indignada com o fato. Eu ainda nāo tenho uma opiniāo formada, mas achei hilário ver o Luis forçar ligeiramente os olhos para ficarem mais “puxadinhos”..! #RISOS

E a trilha sonora?! É puro amor! Sabe aquelas canções perfeitas para embalar fins de tarde durante o verāo? Entāo! Aliás, essa novela tem uma coisa meio solar, vibrante… Deu pra perceber que curti de cara, né?

Basicamente, a narrativa gira em torno de duas famílias: uma de origem italiana e, a outra, de linhagem japonesa; onde dois herdeiros – Mario e Alice – se apaixonam perdidamente. O primeiro é neto dos italianos, enquanto que, a moça, é filha adotiva de Tanaka, pertencente o núcleo oriental.

Mas rola um misteriozinho no que tange à família italiana terra nostra constituída por Gaetano e Geppina. Pelo o que entendi, envolve máfia e o caso está repercutindo em uma procura, atualmente.

Vale ressaltar: hoje, o foco foi totalmente voltado ao núcleo principal, mas tô na expectativa para ver os demais atores em açāo! =)

Posso dizer que, por enquanto, vale a pena continuar assistindo, pois parece uma estória bem escrita. Há muitos clichês? Sim hahaha. Mas, se bem feito, que mal tem?

Dayana, mas pode chamar de Day. 22 anos, formada em Estudos de Mídia. Ama novelas mexicanas e gifs da Gretchen. A dramática que sorri até os olhos (que sāo bastante expressivos) fecharem e sabe que fazer bolos é quase terapêutico. Analista de Mídias Sociais, apaixonada por cultura POP, séries médicas, feminismo e representatividade.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.