Relacionamentos abusivos em novelas

Em várias telenovelas podemos perceber uma quase naturalização do abuso emocional e físico nos relacionamentos amorosos. Questões como homens adultos envolvidos com adolescentes, estupros, hiperssexualização da mulher, estereótipos em torno dos ideais de beleza (aí, entram os famosos padrões que já conhecemos), submissão (inclusive intelectual), entre outras coisas, são abordadas erroneamente nas tramas.

Embora tenhamos uma gama enorme de atrações sobre estes assuntos para analisar, separamos 3 para refletirmos e debatermos.

1) Rubi 

Vocês acharam que citaríamos apenas novelas brasileiras? Não não, essa temática envolve produções internacionais, como a mexicana “Rubi”, por exemplo. Por mais que a protagonista tenha sido “malvada”, NADA justifica ter sido FORÇADA a relacionar-se sexualmente com o marido. Lembro que algumas pessoas, às vezes, tentam colocar panos quentes em abusos com a justificativa de que a mulher não tinha uma boa índole.

Não culpabilizem a vítima, isso é triste e revoltante! Esta ideia também nos leva ao gancho sobre a Emilly (sim, a do “BBB 17”), onde surgiram alguns comentários sobre o caráter da moça, na tentativa de pautar as ações de Marcos (machismo escancarado e cruel de cada dia). Gente, ela foi agredida e pronto, ela é vítima nesta situação. Não dá pra tentar colocar panos quentes em casos de violência. Ok?

2) Laços de Família

Lembram da personagem Íris – uma menina saída da adolescência e “apaixonada” pelo primo mais de 20 anos mais velho, Pedro? Abusivo é pouco diante desta narrativa! Ele se achava dono da menina, aproveitando-se emocionalmente e “alimentando” a “paixão” da moça. Deixaremos um resuminho de uma das cenas. É revoltante, irritante e absurdo pensar que isso acontece na vida e, em muitas das vezes, é tido como normal.

Abaixo, a sinopse de um dos momentos do casal.

“Pedro manda que ela tire a fantasia, mas Íris insiste que vai sair com Fábio. Ele a pega à força e esfrega um pano molhado na cara dela para tirar a maquiagem. Íris reage e ele a coloca debaixo do chuveiro com roupa e tudo. Não satisfeito, ainda lhe dá umas palmadas. Íris chora de raiva e declara que Pedro está morto para ela.”

E não para por aí. Ele ainda é absurdamente machista com a Cíntia, veterinária que cuida dos cavalos de seu haras. Mas ela não resiste aos encantos do quarentão sedutor e engata um romance com o mesmo ( SERIOUSLY?). Então, Íris empenha-se em ser rival da veterinária, começando a travar uma disputa com a profissional por causa de homem (Aff!).

Preparem-se para  o pior: Íris termina a novela ao lado de Pedro (sim, em um relacionamento sério). Ah, e esse foi apenas um dos núcleos onde esse tipo de absurdo aconteceu….Ainda tem a história da filha que “rouba” o namorado da mãe (pobre moço que não resistiu à jovem. #IRONIA)… Daí, segundo o autor, a menina precisou ficar entre a vida e a morte para receber o perdão do público.

Gente, é bizarro o quanto colocam a culpa na mulher..!

3) Verdades Secretas 

Um cara de 30 anos se apaixona e seduz uma menina de 16. Eu não preciso dizer mais nada, né? Romantização da pedofilia. Aliás, tá na hora da gente repensar e discutir socialmente essa história de homens adultos se relacionarem com adolescentes e manipularem essas meninas.

Dayana, mas pode chamar de Day. 22 anos, formada em Estudos de Mídia. Ama novelas mexicanas e gifs da Gretchen. A dramática que sorri até os olhos (que sāo bastante expressivos) fecharem e sabe que fazer bolos é quase terapêutico. Analista de Mídias Sociais, apaixonada por cultura POP, séries médicas, feminismo e representatividade.

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.