Vale a pena assistir “Treze Dias Longe do Sol”, a nova série da Globo?

Quais as chances de um prédio construído com paredes de ganância desabar? Nós assistimos aos 10 episódios da nova série do ‘plim plim’, com direção de Luciano Moura e em parceria com a produtora O2, intitulada “Treze Dias Longe do Sol” e vamos comentar um pouco aqui, sem muitos spoilers!

 

(Foto: TV Globo)

A trama principal acontece a partir do desmoronamento de um prédio hospitalar em construção, em que 9 pessoas ficam soterradas e diversas morrem. Entre os que lutam para sobreviver estão Saulo Garcez (Selton Melo) e Marion Rupp (Carolina Dieckmann), que são ex amantes – vocês já podem imaginar o climão entre eles né.

Marion é filha do dono do prédio, o Dr. Rupp (Lima Duarte) e foi justamente inspecionar a obra no fatídico dia, devido ao seu atraso na entrega. Saulo, o engenheiro responsável, é um homem ganancioso, calculista, frio e que alterou as plantas da obra visando se tornar sócio majoritário na construtora Baretti, sendo um dos responsáveis pelas falhas na construção.

Mas esse mar de ganância está lotado, viu! O responsável pela construtora é Vitor Baretti (Paulinho Vilhena), que assumiu o cargo destinado por seu pai mas que não tem a menor aptidão para tal, outro mau caráter do olho junto!

(Foto: Ramón Vasconcellos/TVGlobo)

Gilda (Debora Bloch) é diretora financeira da Baretti e cúmplice de Saulo, ela nutre uma paixão não concretizada por ele e, juntos, orquestraram as modificações na planta criada pelo personagem de Enrique Diaz, quem acaba sofrendo consequências por ser o elo mais fraco, além de contratarem operários de maneira ilegal.

Os operários presos Jesuíno (Antônio Fábio), Zica (Demick Lopes), Bené (Arilson Lopes), Messias (Marcos de Andrade), Daréu (Rômulo Braga) e Dario (Glauber Amaral) são bem diferentes e apresentam funções distintas também, alguns chamam mais a atenção devido a ações extremas, e suas escalações foram um ótimo exemplo para explorar novos atores. Além deles, de Saulo e Marion, quem também ficou presa foi Yasmin (Camila Márdila), que está grávida e foi visitar seu pai, Jesuíno. Ela merece destaque, pois, mais uma vez, faz um belíssimo trabalho de atuação. É a personagem que mais transparece emoções e cativa quem assiste.

(Foto: Carol Caminha/ Gshow)

Durante os 10 episódios, acompanhamos a luta por sobrevivência dos que estão soterrados, ou sua desistência, seus conflitos pessoais, suas vidas e como cada um reage sob pressão. Ao mesmo tempo, vemos o desenrolar dos personagens que estão sob o sol e lidando com o desabamento. Alguns buscando justiça, inconformados, outros tentando se proteger, se livrar da culpa e, aos poucos, perdendo as esperanças de novos sobreviventes.

 

 

 

 

 

Um dos ‘mocinhos’, por assim dizer, é o capitão Marco Antônio (Fabrício Boliveira), quem insiste na busca por possíveis sobreviventes e não mede esforços. Parte de sua atitude destemida tem relação com um erro pessoal em outra operação que ainda o assombra. Outra atuação que merece destaque.

O clima da série é sombrio e cinzento, os personagens não demonstram explosão, pelo contrário, a maioria se mostra fria e comedida perante a situação. A trama visa mais o desenrolar psicológico dos personagens do que grandes cenas de ação, com exceção, é claro, da cena do desabamento feita em 3D que é muito bem produzida!

A música de abertura, as imagens, os tons de cores, a sobriedade e a seriedade de “Treze Dias Longe do Sol” me fez lembrar de outra série global, “Supermax”. Acredito que o fracasso da série de terror não se repetirá desta vez. Mesmo não tendo me prendido em momento algum pelos personagens, a narrativa – muitas vezes lenta – te intriga a querer saber o final da história, quais os limites de cada personagem e quais irão sobreviver. Além, é claro, da vida pós resgate. Haverá justiça? Redenção? Serão os 13 dias longe do sol e perto da morte o gatilho que Saulo e companhia necessitavam para rever seu caráter e suas vidas?

A série está completa no Globo Play e estreou dia 08 de janeiro na Globo. Vale a pena dar uma chance e acompanhar os efeitos e dramas psicológicos desta história toda semana, após a novela das 21h!

Viver a vida com simpatia e bom humor é meu lema. Tenho 23 anos, amo cultura pop, sou viciada em séries, realities e sorvete. Leonina com os dois pés em peixes, sou muito emotiva sim. Quem quiser conhecer mais, só vem @ranycamara

Posts relacionados

15 Comentários

  1. I just want to mention I am just beginner to weblog and truly savored this website. Most likely I’m planning to bookmark your blog . You amazingly have good article content. Thanks a bunch for sharing your web-site.

  2. Hi, I think your blog might be having browser compatibility issues. When I look at your website in Opera, it looks fine but when opening in Internet Explorer, it has some overlapping. I just wanted to give you a quick heads up! Other then that, amazing blog!

  3. Appreciating the dedication you put into your site and in depth information you provide. It’s good to come across a blog every once in a while that isn’t the same unwanted rehashed information. Excellent read! I’ve bookmarked your site and I’m adding your RSS feeds to my Google account.

  4. I love your blog.. very nice colors & theme. Did you design this website yourself or did you hire someone to do it for you? Plz respond as I’m looking to construct my own blog and would like to know where u got this from. thank you

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.